Marcas mais amadas no Brasil - Google

tempo de leitura - 7 minutos

Vire e volta nos perguntamos o que faz empresas de sucesso terem sucesso, não é mesmo? O que fizeram ou deixaram de fazer? Em que ponto se diferenciaram? Certamente existem inúmeras respostas, mas provavelmente encontraremos algumas na sua cultura organizacional.

Claro, pois a cultura irá ditar os comportamentos a seguir; tais comportamentos levarão a um outro nível, também chamado sucesso, que, normalmente passa por uma equipe engajada e extraordinária realizando um atendimento "especial" (tipo CAC) aos clientes, que, por sua vez, se sentem agradecidos e passam a admirar, a amar estas empresas.

Aqui falaremos de 3 das empresas mais amadas no Brasil: Netflix, Apple e Goggle.

Em uma pesquisa realizada em junho e julho de 2016, com 26 mil pessoas no Brasil, Estados Unidos e Reino Unido, sobre as empresas mais amadas pelos consumidores no mundo, a Google ficou em terceiro lugar aqui no Brasil.

Prepare-se para números superlativos a partir de agora:

Sobre a história (de forma bem cronológica):

Em 1995, Larry Page e Sergey Brin se conhecem em Stanford, naquela época com 22 e 21 anos respectivamente.

Em 1996, começam a trabalhar em um mecanismo de pesquisa chamado BackRub.

Em 15/09/97 o Google.com é registrado como um domínio. O nome é uma brincadeira com a palavra "googol", um termo matemático para o número representado pelo numeral 1 seguido por 100 zeros. Isso reflete a missão de Larry e Sergey de organizar uma quantidade de informações aparentemente infinita na Web.

Em agosto de 1998, o cofundador da Sun, Andy Bechtolsheim, assina um cheque de US$100 mil para uma entidade que ainda não existia, chamada Google Inc. Em 4 de setembro, o Google é registrado como sociedade na Califórnia. Larry e Sergey abrem uma conta bancária em nome da empresa recém-criada e depositam o cheque.

Em dezembro, a "PC Magazine" informa que o Google "tem uma habilidade fantástica para retornar resultados extremamente relevantes" e os reconhece como seu mecanismo de pesquisa preferido no Top 100 Web Sites de 1998.

Em junho de 1999, com 11 empregados, anunciam um aporte de US$ 25 milhões da Sequoia Capital e da Kleiner Perkins.

Em maio de 2000, tem início a internacionalização, sendo lançadas as 10 primeiras versões do Google.com em outros idiomas: francês, alemão, italiano, sueco, finlandês, espanhol, português, holandês, norueguês e dinamarquês. Hoje, a pesquisa está disponível em mais de 150 idiomas.

Em julho de 2001, lançamento do Imagens do Google, oferecendo acesso inicial a 250 milhões de imagens.

Em setembro, o Google Notícias é lançado com 4.000 fontes de notícias. Hoje, o Google Notícias inclui mais de 50.000 fontes, com 70 edições regionais em diferentes idiomas. No total, o Google Notícias e outros serviços enviam aos editores seis bilhões de cliques por mês a contar de 2012.

Ao final de 2001 o banco de URLs indexadas pelo Google já alcançava os 3 bilhões de documentos virtuais. Hoje esse número já passa dos 8 bilhões de endereços.

Em janeiro de 2004, lançam o orkut, rede social de muito sucesso aqui no Brasil.

Em 1o de abril é lançado o Gmail. Inicialmente exclusivo para convidados, hoje conta com mais de 425 milhões de usuários.

Em dezembro de 2004, é estabelecido o Google.org, dedicado à ideia de que a tecnologia pode ajudar a tornar o mundo um lugar melhor.

Em outubro de 2006, adquirem o youtube por US$1,65 bilhão(que, na pesquisa das marcas mais amadas ficou em segundo lugar aqui no Brasil). Hoje, mais de 100 horas de vídeo são enviadas a cada minuto e as pessoas assistem a seis bilhões de horas de vídeo por mês.

Em novembro de 2007 é anunciado o Android, a primeira plataforma aberta para dispositivos móveis.